Diário Nômade: 2 semanas (de muito trabalho) no sul da Itália

Enquanto escrevo essas palavras, minha cabeça alterna entre a tela do meu Chromebook e a tela da janela, que retrata a neve branquinha no chão em contraste com os telhadinhos vermelhos e verde-água ao alto - típica paisagem da cidade de Estocolmo nessa época do ano.

Sim, já estou na Suécia! Contudo, vim aqui fazer um breve registro das 02 semanas que passei em Pomigliano d'Arco, um município pequeniiiinho perto de Napoli.

Como vocês já sabem, eu fui a trabalho, então não tive muito tempo para ficar turistando pra lá e pra cá. Foi exaustivo, mas eu estava disposta a passar por tudo aquilo! Eu aprendi muito, sabe? E me sinto mais preparada para atender às necessidades dos meus alunos.

Pomigliano e Napoli têm aquele aspecto rústico, com paredes pintadas em cores quentes, como vermelho, amarelo, laranja e rosa, mas em um tom desbotado. Nas sacadinhas, sempre há uma mamma ou uma nonna estendendo roupas. Aliás, as roupas estendidas fazem parte da cidade. É roupa secando para tudo que é lado!

Além das cores quentes e as roupas no varal, umas arvorezinhas de frutas cítricas decoram ruas e quintais, completando o pacote do típico cenário napolitano!

Você fala Italiano? Eu não, mas consigo acompanhar conversas sem fazer muito esforço. Contudo, fiquei chocada quando cheguei em Napoli e não consegui entender metade das conversas que me cruzavam. Isso não pode ser Italiano... - eu pensava.

E realmente não era.

Eles falam Napolitano, um idioma oficial com dicionário e tudo!

Os napolitanos te recebem de braços abertos, são muito calorosos, barulhentos e amigáveis. E ao mesmo tempo que sou grata por esse acolhimento e calor, eu também tinha que respirar fundo e acalmar o meu lado individualista que só quer ficar imersa em silêncio e solitude.

Viajar, conhecer outras culturas e se hospedar na casa de nativos é um pacote de autoconhecimento que coloca sua tolerância à prova a todo instante. Minha rotina desapareceu. Meus costumes também. Horas e hábitos se trasformaram em algo completamente novo. Tive que carregar adaptabilidade enrolada no pescoço!

Independente do caminho que tomamos na vida, sempre haverá encantos e dificuldades. Minhas batalhas talvez sejam relacionadas à falta de uma rotina e de um lar, mas eu optei por elas.

Meus encantos são as novas paisagens e os novos ares. Eu me desafio em novas terras, e descubro que estou cada vez mais forte! Eu me descobri independente e aventureira. Eu descobri que posso ser e fazer o que eu quiser! E essa é a jóia mais preciosa no baú de uma mulher.

A todas as mulheres lendo esse post: Você é capaz. É sim. Não importa o quanto as pessoas queiram te limitar e te "proteger". Não importa o quão fundo seja o oceano de medo onde outras pessoas nadem. Existe uma fonte interminável de poder e confiança dentro do seu peito.

É chegada a hora de mergulhar os pés nessa água.
°°°
Posts que você vai adorar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo