Sobre os sinais que recebemos

Eu acredito em sinais. Eu acredito em sinais principalmente porque os sinto. Eles surgem como mensageiros, como uma confirmação, como a resposta para alguma pergunta. Não, eu não me sinto especial por isso. Tampouco acho que apenas os escolhidos sejam capazes de estabelecer essa comunicação com seus arredores.

A meu ver, todos nós somos capazes de receber esses sinais, basta realmente querer e manter os braços abertos. Eu me dei conta disso no dia que eu estava pegando um sol na minha varandinha, vendo os carros passarem na rua (extremamente barulhenta) logo abaixo. Carros indo e vindo, mas um deles me chamou a atenção: um carro com teto solar. O teto estava aberto, e eu podia ver a moça que o dirigia. Parecia que a qualquer momento ela ergueria sua cabeça em direção à minha janela e me daria um oizinho. Contudo, ela não o fez. Na verdade, ela nem notou que ali estava eu, analisando-a de cima e filosofando sobre esse cenário todo.

Estar atento a sinais e reconhecê-los é como manter seu teto solar aberto e dar umas olhadinhas para cima de vez em quando. Algumas pessoas dirigem seus carros com o teto fechado, outras optam por não ter um teto solar, decidindo fechar qualquer canal de comunicação. Nada contra. Somos todos diferentes, e cada um vive sua vida da forma que melhor lhe convém.

Eu amo estar aberta a esses sinais (e analisar o que realmente é um sinal). Passarinhos que sempre aparecem em dupla. Uma carta do meu baralho de tarot que vira com o vento. A imagem de um balão de ar quente que surge rápido como pipoca 3x no mesmo dia. Um crânio desenhado na borra do café. Para alguns, isso pode passar desapercebido. Já eu... eu decidi andar com meu teto solar aberto.
:)
Posts que você vai a-ado-rar!

6 comentários:

  1. oi, oi.

    que reflexão maravilhosa!!! <3

    confesso que eu gosto de reparar tbm nos sinais. por exemplo, quando quero fazer algo que tinha tudo pra dar certo, mas se dificulta, carrega minhas energias e me deixa pra baixo. aos poucos vou desistindo e, no fim, percebo que foi um puta livramento.

    com relacionamentos tbm reparo mto nos sinais. durante as conversas, vou sentindo a vibe do outra e percebendo se vale a pena ficar naquilo ou sumir. ultimamente, tá valendo mais a pena deixar todos irem pra baixa da égua. ô povo indeciso! hauhauauaaa

    enfim... acredito demais que o universo se comunica com a gnt de alguma forma. e esse sinais são pra disso!

    bj!
    Não me venha com desculpa - Adriel Christian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Adriel! Exato! E às vezes a gente se sabota e ignora os sinais, né? É por isso que a gente tem que "confiar no nosso taco" e seguir nossa intuição de vez em quando.

      Um abraço!!

      Excluir
  2. Oi, Amanda!
    Adorei ler seu texto! Que texto mais divertido e delicioso de ser lido!
    E eu, que moro no segundo andar de um prédio de quitinetes de três andares, também cultivo, desde que eu cheguei aqui, em 2007, mas nos últimos meses principalmente, esse hábito e gosto de ficar na varanda da frente olhando a rua e os carros que passam lá embaixo, na pista, que é bem movimentada por sinal, captando alguns poucos carros que passam com o teto solar aberto, vendo as pessoas irem e virem, enquanto tomo um vento ao rosto, contemplando o pôr-do-Sol à tarde, a noite e as estrelas de madrugada quando não está nublado, claro, e colhendo informações para registrar nos meus textos. Exatamente assim como você fez "agora"! 🙂
    ~Cartas da Gleize.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rose! Muito obrigada por deixar esse comentário cheio de carinho e poesia! Realmente, quando nos comunicamos com o que está a nossa volta, sentimos uma mudança quase que imediata na escrita. É como se estivéssemos enchendo o tanque com combustível criativo.

      Um abraço!

      Excluir
  3. Eu tb super acredito nos sinais que a vida dá. Como você disse, nem todos estão com seus tetos solares abertos para receber esses sinais. Aliás, amei essa analogia.

    www.umnovodestino.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Alessandra! Essa conexão com o universo é linda!

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo