o simples prazer de passar tempo sozinha

Não me leve a mal, eu gosto de estar perto dos meus amigos, convidá-los para um drink ou doisss, preparar uma jantinha especial e acolhê-los com amor. Eu gosto de pessoas - só não o tempo inteiro.

Se me pedissem para descrever um dia perfeito, eu poderia citar vários locais e atividades diferentes, contudo, tem apenas uma coisinha que permanece igual em todos esses cenários: estar sozinha. E quando digo sozinha, estou me referindo ao espaço físico, e não a estar solteira ou comprometida. Na verdade, ouso dizer que quando estamos num relacionamento é que realmente precisamos daquele final de semana alone time com um daikiri fresquinho e um livro envolvente - ou apenas eu que preciso disso?


Eu consigo imaginar muita gente sonhando com esse momento particular, mas não conseguindo colocá-lo em prática efetivamente por conta de filhos e muitas outras responsabilidades, então quem sou eu para vir aqui e dizer Dá um jeito de arrumar um tempinho para si, mas, francamente, seria muito bom se você conseguisse esse tempinho, não é? Fazer um bate-volta em outra cidade. Comprar um vestido na sua loja favorita. Sentar à mesa de um café acompanhada por um bom livro. Almoçar sozinha. Sem ter que dizer Uhum-uhum, sim, puxa, wow e consentir com a cabeça como quem diz Estou aqui e estou te ouvindo.

Quando penso em viajar, eu idealizo esse trajeto sozinha até que esse fluxo de pensamento é interrompido por uma voz cruel que diz Nossa, como você é egoísta, ou mesmo A verdadeira alegria é compartilhada. Desculpa, mas sinto que devo discordar. Vou compartilhar uma coisinha íntima com vocês: estando acompanhada, eu não consigo me conectar com o local, com as atividades, comigo mesma. Eu amo observar e interagir com o que se encontra à minha volta, e se eu tiver que dividir minha atenção com outra pessoa, eu não serei capaz de fazê-lo da mesma forma.

E sim, sou Aquariana ;)

4 comentários:

  1. Introvertidos entenderão. :-)

    www.umnovodestino.com.br

    ResponderExcluir
  2. gosto muito de ficar sozinha também e sinto essa necessidade após um certo período de convívio social. se saio com amigos, o dia seguinte (ou os dois, três dias...) precisam ser de total introspecção, para carregar minhas baterias novamente.

    já para outras coisas, como sair para tomar um café, ir comprar uma roupa, ou fazer esse bate-volta do texto, eu acho impossível sozinha. é quase uma fobia social - piorada pela pandemia, porque passei a fazer mais coisas online e hoje em dia desaprendi a lidar com pessoas kkry

    um beijo,
    gabi ramalho ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! Que bom que você reconhece essa necessidade! Você acha "impossível" fazer essas coisas sozinha? Hmmm... interessante, né? Você sabe o porquê? Um beijo!

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo