um conselho: let it be a crappy morning :)


Foi uma manhã daquelas. O tipo de manhã que joga na minha cara o quão pavio-curto sou e o quanto ainda tenho que melhorar caso eu queira um pavio mais longo. Minha lua minguante está ficando cada vez mais fina, e essa é apenas uma forma mágica e doce de dizer que eu estou no período pré-menstrual e, consequentemente, cada dia mais intolerante.

Pela manhã, eu recebi grosseria de graça de pessoas que nem conheço. Aquilo me deixou tão sensível; fez acionar um tic tac, tic tac dentro de mim como se eu pudesse explodir a qualquer momento. Esse tipo de coisa me faz pensar por que eu ainda sou gentil com as pessoas. Por que eu me esforço para sorrir e ser agradável? Eu carrego um bichinho super gentil dentro do meu peito, e tenho o maior prazer em apresentá-lo a qualquer pessoa, mas eu encontro pelo meio do caminho umas pessoas ácidas que machucam esse meu serzinho amável.

Um monte de coisinhas desagradáveis e pequenas foram se acumulando ao longo da minha manhã (tic tac, tic tac), e minha lua minguante aparece na cena, joga todas essas tralhas em cima da mesa e me força a enxergar minuciosamente cada uma delas.

Eu choro. Eu choro de raiva.

Desabafei com um amigo pelo whatsapp, e ele me deu o melhor conselho que eu poderia receber nessa manhã: let it be a crappy morning (deixe ser uma manhã de merda). Queremos ter o controle, né? Queremos ter o controle até naqueles dias que não temos força para controlar, lutando e nos contorcendo como um marinheiro que segura firme seu leme em meio à tempestade. Tem dias que a tempestade vence.

Eu larguei o leme e deixei a onda me levar. Aceitei que tinha muita coisa fora do lugar, muita coisa que me desagrada, muita gente mal-educada, e não esperei mais nada de ninguém. Fiz um chá e aceitei que não estou vivendo meus dias mais tolerantes e confortáveis do ciclo. Minhas expectativas foram ao chão, e aceitei minha "manhã de merda", pois sei que hoje ainda não posso fazer muito para mudá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo