e se eu escrevesse por crua felicidade


e se eu escrevesse por crua felicidade
eu diria que meus ouvidos sobem e descem
de noturnos a valsas
as escadas de um piano

eu desenharia a silhueta do meu corpo
as montanhas em vestido verde musgo
ao lago azul dos meus lençóis

eu
finalmente
entenderia
que o grande feito
nasceu de muitas pequenas coisas
que a flor abriu suas pétalas
depois de muitos meses sem brotos

eu sentiria nas páginas
que a harmonia também deve partir
e eu me encontraria
sozinha
nessa festa

eu pediria um vinho tinto
e desceria
goela abaixo
o peso de cada gole

eu brindaria
à harmonia
que um dia esteve aqui

2 comentários:

  1. Poema inspirador :) , lembrou-me vagamente a música "Under stars", da Aurora Aksnes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Hmmmm... acho que não conheço essa música. Vou averiguar! Obrigada!

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo