sabe o que está faltando na medicina ocidental?


Sabe o que está faltando na medicina ocidental? Um pouco de simplicidade e lembrança de suas raízes. Não sou médica, tampouco trabalho com a área da saúde, mas frequentei muitos hospitais desde o florescimento da minha adolescência. Passei por várias clínicas e fui atendida por vários médicos diferentes, então minha opinião vem do outro da mesa: o lado do paciente.

Enquanto o mundo inteiro está pegando COVID-19, eu, aquariana que sou, decidi pegar catapora, pois me recuso a ser só mais um caso de COVID - aquarianos necessitam ser os diferentões do rolê. Tenho 28 anos e peguei catapora, e neste exato momento que estou digitando essas palavras, estou evitando coçar minhas costas e meu peito com todas as forças que consigo reunir.

Aqui em Paris, um dos meus part-time jobs acontece em creches infantis, e houve recentemente um surto de catapora, logo todas as criancinhas daquela creche já aproveitaram para se contaminar agora - bem melhor do que na fase adulta. Eu vinha me sentindo mal desde o início da semana e achei que fosse uma mistura braba de período pré-menstrual com alguma gripe normal, mas eis que acordo toda empipocada, e a primeira coisa que me veio na cabeça foi whaaaat? catapora?

Fui ao médico urgentemente, e ele foi muito simpático. Ele me receitou três remédios diferentes: um anti-histamínico, um antisséptico e um remédio para febre. Ok! Bacana! Estou usando todos os três, mas saí do consultório médico com a impressão de que algo estava faltando... Muita coisa estava faltando, e eu só fui me dando conta durante o tratamento.

O médico não me recomendou nada além daquelas caixinhas que comprei na farmácia. Não sou contra medicina ocidental, pelo contrário! O que me incomoda é ver alguns médicos separando medicinas em gavetas distantes como se elas não pudessem se tocar. Ele falhou em me explicar como me cuidar com produtos de fácil acesso no meu dia-a-dia. Faltou um pouco de simplicidade.


Eu comprei uma folha enorme e suculenta de babosa, cortei em fatias e hidratei minha pele. Assim mesmo. Purinho. Nada de extra. Babosa é uma grande aliada na cicatrização, hidrata e refresca. Você acha que o médico me recomendou isso? Não.

Venho tomando chá de camomila e comendo umas colheradinhas de mel ao longo do dia, pois, acredite, estou com catopora dentro da garganta. Camomila e mel podem ser as melhores amigas de uma garganta dolorida. Você acha que o médico me recomendou isso? Não. Penso que ele me recomendaria algum remédio com própolis que, novamente, se encontra na farmácia.

Ele me alertou que eu teria catapora na garganta, mas por que ele não me disse que eu também teria na pepeca? Sim, eu tive catapora na pepeca! Grandes lábios. Pequenos lábios. Clitóris. Tive catapora na pontinha do meu clitóris amado. Por que o médico me fala sobre minha garganta, mas nem menciona minha pepeca? Talvez ele estivesse colocando clínico geral e ginecologista em gavetas diferentes do tipo Madame Moresco, sinto muito, mas essa sua vagina é coisa de um outro universo.

Ele não me alertou sobre minha pepeca empipocada, muito menos indicou algum tratamento. Eu venho lavando minha querida com chazinho de camomila e água, sabe por quê? Porque pepeca se lava com água! E ginecologista alguma me recomendou largar esses sabonetes íntimos. Sabe quem me recomendou fazer isso? Carolina Lana, do canal Curandeiras de Si. Esse canal é só um exemplo dos vários canais e blogs de ginecologia natural que se encontra pela internet. Depois que comecei aprender sobre ginecologia natural, eu nunca mais tive infecção urinária, coisa que me dava todos os anos - e que eu tratava com antibióticos. 

Algumas coisas eu aprendi do zero, como por exemplo colocar um dente de alho na pepeca quando alguma coceirinha estranha quer começar. Outras coisas eu resgatei dos ensinamentos da minha mãe, que aprendera com minha vó, como os famosos banhos de assento. Repito: Não sou contra medicina ocidental. Eu só acho que não precisa ser ou um ou o outro.

Eu estava conversando recentemente com um amigo que faz acompanhamento médico há anos por causa de sua depressão e ansiedade. Ele me disse que se sente super bem quando segue o tratamento direitinho como deve ser, e eu acho maravilhoso o fato de a medicina ocidental poder tirar com a mão o sofrimento de um paciente. Contudo, o que me soa estranho é o fato de que muitos médicos nem comentam sobre coisas simples como o uso de chás calmantes.

Eu perguntei para esse meu amigo se ele tomava chá à noite, e ele respondeu Bá, eu não! Eu me sinto mega agitado depois que tomo chá. Eu, já imaginando a resposta que estava por vir, perguntei quais chás ele costumava tomar, e sua resposta foi chá verde e chá preto. É óbvio que ele vai ficar agitado, pois esses tipos de chá contêm muita cafeína. E eu fico aqui me perguntando o porquê dessa falta de conhecimento básico. Onde está essa conversa na mesa do médico? Não é ou Rivotril ou chá de camomila. É os dois :)

2 comentários:

  1. Eu simplesmente estou apaixonada por esse post. Eu sou apaixonada pela medicina oriental e todo o lado mais natural que ela trás. Sempre confiei muito nas receitas caseiras que minha vó passou pra minha mãe, que passou pra mim. Quando eu era pequena tinhamos um pé lindo de boldo e uma baita de uma babosa. Eram os queridinhos da minha vó e como era bom colher o boldo do pé e fazer um chá!!! Sempre que ficava gripada a receita era mel com margarina que minha vó colocava na concha e esquentava no fogão (as vezes eu nem tava gripada, só fingia estar pra ela fazer mel pra mim)...
    Concordo muito que os conhecimentos deveriam se unir, não é porque temos um mais "novo" que o antigo deixou de ser eficaz.

    Espero que você melhore logo 💕
    Carol Justo | Justo Eu?!

    ResponderExcluir
  2. Exatamente! Eu não sei como funciona em outras áreas do Br, mas por aqui em Pernambuco rola muito a coisa do cházinho, e alternativas mais naturais porque a cultura do pais/avós que moraram em interior quando é muito forte - tudo era natural, muita fruta, muita verdura, muito verde. Antigamente eu nem dava tanta atenção, mas de fato, é uma herança preciosa.

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo