swedish fika em Versailles


Coucou! Esse post é apenas um registro de um dia muito gostoso que passamos pelos Jardins de Versailles. Eu tento não tirar muitas fotos quando estou passeando/viajando, mas ahhhh é tão bom guardar imagens daqueles dias que nos trazem um sentimento especial. Eu geralmente faço tudo muito sozinha, inclusive esses passeios por Versailles (meu lugar favorito pelos arredores de Paris), portanto ter o Sami comigo tornou esse dia mais divertido e fofo.


Como costumo viajar e passear sozinha, eu nunca tenho alguém para tirar fotos de mim, muito menos alguém para fotografar, então no final do dia eu sempre tinha fotos de prédios e natureza e coisas aleatórias, mas dessa vez foi diferente. Eu estava tirando fotos do Sami, mas não tinha de fato perguntado se ele estava ok com isso, foi então que eu perguntei Would you mind if I took pictures of you? Ele disse que não se importava, e eis que ele vira meu modelo oficial haha.




Eu gosto de Paris e sou muito grata por esses quase dois anos de França, mas já faz um tempo que esse caos parisiense tem pesado minha paz de espírito. Na minha opinião, Paris é o tipo de cidade na qual se mora temporariamente pelo fato de ser uma capital que acolhe muito turismo e muita muvuca, por ser uma das cidades mais caras do mundo e por não ser tão segura assim... Obviamente, Paris tem seus incontáveis lados bons, e há aqueles que criam raízes por aqui e não se imaginam fazendo o mesmo em qualquer outra parte do mundo, mas né... cada um com seus gostos e prioridades :)


Essa fotinho acima é dos jardins do Château de Versailles, que é aberto ao público e gratuito (é preciso comprar um ticket para entrar no castelo). Esses jardins se alongam até encontrar o céu na linha do horizonte, e o ar fresco - gelado, durante o Inverno - e o silêncio me lembram do quanto eu precisava ali estar. Versailles é uma cidade com alta importância histórica e muito visitada pelos turistas que vem a Paris, mas, mesmo assim, ela carrega esse arzinho de cidade do interior que recarrega a energia vital de qualquer pessoa. Saindo dos domínios do castelo, você se depara com uma cidade do interior como qualquer outra... tá, talvez nem tanto... mas comparando com Paris, Versailles é muito mais tranquila e pacata.



Ele até parece um jovem ativo, mas fica parando para alongar as costas hehe.


Dentro dos domínios do castelo, paramos pelo Grand Trianon para fazer o famoso swedish fika. O Sami é sueco, e vem me ensinando sobre e compartilhando sua cultura, a qual guarda consigo com muito carinho. Fika é esse coffee and cake break, que é mais do que apenas um lanchinho, e sim um conceito, um momento partilhado entre amigos. Eu fico comparando sua cultura com a minha, e cheguei a conclusão de que o fika está para os suecos, assim como uma roda de chimarrão está para os gaúchos. Nós, gaúchos, tomamos chimarrão sozinhos, mas quando o partilhamos em uma roda com amigos ele passa a ser mais do que apenas uma bebida, ele se torna um momento, um conceito.


Tivemos esse fika com cinnamon buns e glögg. Gente, sabe quentão? Aquele quentão que tomamos na festa junina? Então... França, Alemanha, Suécia... tá todo mundo tomando a mesma coisa, mas com nomes diferentes haha. Aqui na França, quentão é vin chaud (vinho quente), e na Suécia é glögg, e o gosto é exatamente o mesmo. Também tomamos essa delicinha no Inverno por aqui, e durante a época de Natal você vai encontrar vin chaud no Marché de Noël (Mercado de Natal).
:)
Como eu disse anteriormente, esse post é só um registro de um dia muito especial. Você já pensou em fazer esse mesmo tipo de registro? Em um blog, em um álbum de fotos, em um caderno enorme e grosso. Algum lugar onde você possa mais do que apenas guardar fotos, mas escrever sobre elas! Descrever descobertas e sentimentos. Anotar detalhes que logo cairiam na ilha do esquecimento. Eu super recomendo :)

Comentários

  1. Aaah...que gostoso. Como venho do ramo das artes me acostumaram com o diário gráfico. Que começou com 3 desenhos semanais ( do que víamos com diferentes técnicas), para apresentar ao professor e acabou comigo adoptando para tudo. Projectos, diários de viagens ... Etc. Hoje em dia seria mais um dia gráfico de viagem...onde junto tudo. E ainda peço as pessoas que encontro que escrevam algo nele em sua língua materna. Uma frase...um poema..o que for... Me fizeste lembrar desses momentos. Espero que continues com muitos mais momentos especiais, sozinha ou acompanhada. Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que senti parte da paz que você experimentou durante seu passeio. Fotos adoráveis, como sempre.
    Adorei a ideia de fazer esses pequenos registros. Geralmente, não registro os momentos mais íntimos em que estou mais conectada comigo ou com o meu parceiro. Às vezes, acabo me arrependendo de não ter registrado e depender apenas da memória. Está aqui uma ótima opção: escrever sobre as imagens registradas. Gostei.

    Com carinho,
    Difran Melo
    www.difranmelo.com

    ResponderExcluir
  3. Ah, que delícia de passeio... ainda mais com um fika no meio, amei essa mistura de França com Suécia. Eu visitei os jardins de Versailles naquela loucura de turismo, né? Mas imagino o quanto maravilhoso deve ser fazer um passeio por lá assim, mais calmo e sem hora pra voltar. Especial demais.

    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
  4. ai que post gostosinho, sério mesmo
    amei demais as fotos, todas elas mostram bem esse clima de tranquilidade que você disse

    beijos
    Carol Justo | Justo Eu?!

    ResponderExcluir

Postar um comentário