5 carinhos para quando seu mundo estiver desabando

Às vezes desaba, né? E a gente tem sempre aquelas duas velhas opções: assistir às peças caindo ou dar um jeito de juntar os pedaços - get your shit back together. Minha vida deu uma bagunçada nos últimos dois meses, e gosto de pensar que isso está acontecendo por bons motivos. Mudanças chegaram. Mudanças já estão aí. Mais mudanças estão por vir. E eu aqui, tentando manter a postura em salto alto e perna bamba enquanto desfilo em uma calçada de pedras irregulares. Tem dias que dou um jeito de atravessar a rua. Tem dias que eu caio e arrebento a cara. Tem dias que eu choro por de baixo da máscara. E tem dias que eu não deixo a lágrima escorrer somente porque meu delineado está muito bem feito.

Eu não sei vocês, mas eu frequentemente esqueço que sou apenas mais um ser humaninho nesse planeta. Tenho mania de achar que não posso errar, e enquanto isso uma galeeeera tá errando comigo e ainda justifico seus erros. Quando avacalho e perco o controle da situação, eu começo a mergulhar lentamente em uma banheira de culpa e remorso como se isso fosse algo inaceitável!


Por isso venho aqui te lembrar (me lembrar) de que você precisa parar um pouquinho essa muvuca toda e olhar para si. Esse olhar pode acontencer de diversas formas, e cada um tem seu jeitinho especial de praticar autocuidado. Acredito que algumas pessoas talvez nem saibam o que é isso e a conexão que se cria da pele para dentro.

Eu mesma passei muuuuuitos anos sem cultivar esse olhar, e hoje em dia compreendo que eu evitava ficar sozinha, evitava ficar quietinha, evitava escutar... A vida vai nos mostrando a necessidade e os benefícios desse congelar de ponteiros. Ter tempo para si, ou simplesmente esquecer que o tempo existe, sabe? Alguns cuidados exigem esse tempo e uma certa dedicação, que é exatamente o oposto de simplesmente engolir um comprimido goela abaixo e bola pra frente! E já que esse blog é pessoal, vou compartilhar 05 carinhos que fazem parte do meu cotidiano, seja em meio à tempestade ou no final do arco-íris.

1. esfoliação com café
Café é uma delícia né? Nossa, fico boba com a felicidade que esse produtinho natural me traz. Todos os dias de manhã eu passo um cafezinho maroto em uma cafeteira italiana (comentei sobre isso no post Eu amo as manhãs! Minha rotina matinal, organização e carinho), mas aos domingos eu coleto a borra do café e faço uma esfoliação de corpo, mente e alma hehe. Faço essa esfoliação somente 1x por semana porque nossa pele não precisa mais do que isso.


Essa esfoliação é tãaaao simples! Levo meu recipiente com a borra de café pro banho, acrescento um pouquiiiinho de água só para dar aquela liga e esfrego delicadamente (muito delicadamente!) pelo corpo. Sério mesmo, tenha cuidado, pois se você esfregar de qualquer jeito pode machucar sua pellll, e não é isso que queremos aqui! Queremos carinho, cuidado e atenção, ok?

2. vaporização do útero
Eu não sei porque eu demorei tanto tempo para fazer uma vaporização do útero... É tão fácil e acessível! Mas first things first, o que é essa tal vaporização do útero? A vaporização é uma técnica de cura que infelizmente nos foi tirada pela medicina ocidental, mas abençoa deusa, a ginecologia natural, o Sagrado Feminino e esse monte de bruxas lindas estão trazendo isso de volta e nos lembrando da fonte de poder e carinho que existe dentro de nós!

A vaporização funciona da seguinte forma: você faz um chá com uma erva específica para a sua necessidade (e da sua ppk), passa esse chazinho para um recipiente limpinho, coloque-o no chão ou em algum outro lugar que permita que esse vapor suba até sua ppk. Você deve se cobrir com uma saia longa, cobertor, toalha ou qualquer outra coisa que mantenha o vapor abafadinho. Cuidado: Antes de sair fazendo a vaporização do útero, informe-se bem! Pesquise quais plantas podem ser utilizadas e quais são as que você precisa para o atual momento. Se você usa DIU, ou se você está grávida, tome cuidado, pois existem contra-indicações.

Eu não vou ficar falando o que pode e o que não pode, pois não sou ginecologista, entãaaaao fale com quem entende, mas já vou adiantando que a vaporização faz super bem para a saúde da ppk, e vai desde melhora na lubrificação até curas energéticas que nosso útero, nosso caldeirão sagrado carrega. Eu adoooooro fazer a vaporização enquanto tiro umas cartas do tarot para mim mesma <3

3. aceite que você perdeu a batalha...
...mas você ainda pode ganhar a guerra, viu? Aceite sua dor, chore, escreva no seu journal o quão triste e insatistefeita você está. Durma chorando e acorde com o rosto inchado - tá tudo bem! Se o que você busca é mudança, primeiro é preciso saber o que é preciso mudar, e você pode apostar que está tudo discriminado naquela lista que te fez chorar.

4. minha arte

Eu não sei se você já encontrou sua arte ou algum hobby que te faça genuinamente feliz. Se não, vai encontrar pelo amor da deusa. Eu amo ler e escrever poesia, blogar, cantar e tocar ukulele, desenhar. Amo aquela sensação de estar inteiramente compenetrada em algo, entregando meu corpo e mente a alguma atividade que flua e que me tire do local onde me encontro, transportando-me para uma bolha de criação! E somente quando termino essa atividade em questão é que me dou contra de onde estou e dos meus arredores. Ahhhh que sensação gostosa! 


5. o que meu corpo está pedindo?

Não é porque você está se sentindo down que você tem o direito ou o dever de se acabar na alimentação e tratar seu corpo como um balde de lixo. O que seu corpo está pedindo? Estaria ele pedindo uma comidinha caseira nutritiva? Uma sopinha de abóbora? Um suco verde detox? Estaria seu corpo pedindo uma bisnaguinha com Mumu? Umas colheradas de Nutella? Não existe certo ou errado, mas o que seu corpo está pedindo e o que te convém!
:)
Espero que esse post te traga algum conforto, e talvez um lembrete de que é hora de olhar para si! O que você faz quando está precisando de um carinho? Compartilhe aí. Um abraço brasileiro bem apertado! Tchaaaau!

Comentários

  1. Nós temos o péssimo hábito de nos deixarmos em segundo plano e esquecer aqueles hábitos que nos fazem feliz, né? Eu encontrei minha arte e a sensação é exatamente essa que você descreveu. Mas fui deixando de lado e venho sentindo que preciso me reencontrar com ela! Obrigada pelo lembrete, Amanda! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Carol! Tudo bem? Exato! Eu também tenho fases qem que me distancio das coisas que amo, mas acho que a vida é isso mesmo... Esse vai e vem, essas fases, esses ciclos...

      Excluir
  2. Oi Amanda! Te conheci há pouco tempo, em algum lugar dessa internet que eu já nem recordo, mas acabei nunca escrevendo um comentário aqui. Aproveitei essa postagem pra dar um "oi" e dizer que te acho muito inspiradora. Adoro suas fotografias com composições minimalistas, mas ainda quentes e cheias de carinho.

    Também gostei dessa listinhas super gostosinha de fazer. Quem não precisa de um carinho né?! Mas confesso que nunca tinha ouvido falar sobre essa vaporização. Achei bem interessante!

    Boa semana pra você ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Claudia! Ah fiquei feliz que você deu uma passadinho por aqui e resolveu deixar um oi dessa vez <3 obrigada pelo carinho e pelos elogios! Quanto a vaporização, guriiiiiia, a ppk dá risadinhas de tão contente hahahaha dá uma pesquisada!

      Excluir
  3. Amei as dicas. Eu também faço Vaporização e amo, sempre faço quando minha intuição me pede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete! Estou tentando fazer pelo menos 1x por semana a vaporização. Nossa, é incrível como deixamos de lado (ou não damos prioridade) ao que nos faz bem!

      Excluir

Postar um comentário