voltay! poesia, magia e um pouco do que venho aprontando


Olá, pessoal! Nossa, como é bom estar de volta nesse bloguinho que cultivo com muito amor. Esse post vai ser um daqueles que encontrávamos nos blogs de antigamente, quando blogar era apenas uma forma de compartilhar com amigos detalhes do dia-a-dia e descobertas. Eu dei uma sumida e quase não estou respondendo mensagens, então vou contar aqui um pouco do que vem acontecendo e do que venho aprontando.

colando meus poemas nas janelas do metrô
Como já mencionei aqui no blog, eu vivo demais a poesia, não somente em formato de versos, e inclusive escrevi uma postagem sobre o livro How Poetry Can Change Your Heart e comentei sobre ler, escrever e ser poesia. Recentemente, dei início a um hábito que tem transformado minhas idas e vindas nos transportes públicos: estou escrevendo meus poemas em folhas e colando-os nas janelas do metrô/bus. Com os primeiros poemas que colei, eu ficava toda nervosa pensando no julgamento que as pessoas ao meu redor fariam (aquelas crenças absurdas que nos limitam), mas depois de tanto dispersá-los por aí, fazer isso é tão natural quanto entrar e sair do metrô.

Por que estou fazendo isso? E porque não? Eu acredito que quando compartilhamos um pouquinho de quem somos, um pouquinho de nossa arte pelo mundo, coisas maravilhosas podem se desencadear. Talvez eu quisesse ser ouvida, e talvez alguém precisasse me ouvir. Pode parecer nada ou muito pouco, mas se meus poemas trouxerem conforto para meia dúzia de pessoas, então meu objetivo foi atingido.

Eu sempre anoto meu Instagram (@mandmoresco) junto do poema caso alguém queira me contatar. Inicialmente, achei que ninguém fosse vir até mim (ou mesmo dar bola para os poemas nas janelas), mas na verdade venho recebendo vários feedbacks lindos! Pessoas agradecendo pelo poema, pessoas dizendo que sua viagem de metrô foi mais agradável, pessoas se inspirando, achando a ideia super legal e relatando que querem fazer o mesmo. Recebi até mesmo um convite para um café de um artista visual hihi. Repito: coisas maravilhosas podem acontecer quando você se permite existir.

Os 03 últimos poemas que colei nas janelas do metrô:
hábitos saudáveis super básicos
Eu venho traçando um processo de mudança de hábitos que só tem me feito bem. A Amanda que hoje sou, com 27 anos, não consegue acreditar nas Amandas que já fui. Eu não tratava meu corpo com respeito; eu não entendia que meu corpo era o meio que me possibilitaria chegar nos lugares que tanto almejo. Hábitos básicos como dormir horas suficientes; ver minha alimentação como uma aliada, em vez de uma inimiga; deixar a casa limpa e organizada e praticar o minimalismo, mantendo dentro do meu lar apenas o que realmente importa e que me traz boas energias.

Sempre que alguém vem aqui em casa, eu recebo comentários do tipo nossa, eu estou me sentindo muito bem aqui, teu studio é muito cozy, e eu sei que eles se sentem assim pois eu mantenho uma rotina de limpeza e circulação de energia. Eu me encontro em 03 lugares todos os dias: meu corpo, minha mente e meu lar, e é por isso que preciso tratá-los com carinho e cuidado. É claro que nem sempre consigo fazer as coisas como planejo (e tento não me colocar para baixo quando isso acontece), mas procuro ir para a cama às 23h de banho tomado, dentes escovados e lar organizado. Simples, né? Mas aposto que você já pulou essas etapas antes de dormir.

Peço desculpas (e ao mesmo tempo não) por não estar respondendo no Whatsapp/Instagram, mas criei o hábito de não ficar em chats logo quando acordo e antes de dormir, pois esses são os momentinhos que tenho para me encontrar presente onde estou. Não acho que eu tenha que pedir desculpas por isso, e faz pouquíssimo tempo que me dei conta de que não sou obrigada a responder todo mundo e dedicar o meu tempo precioso respondendo mensagens. Eu sei que pode parecer um pouco rude, mas preciso disso, pois se eu respondo um, vou respondendo outro e outro e outro, e quando me dou conta já se passou 30min - tempo que eu poderia estar fazendo coisas que gosto e me cultivando.

Quando acordo, gosto de passar um café, acender umas velas, escutar uma playlist Lo-fi e fazer um pouco de journaling (escrever sobre meus dias, descobertas, afazeres) e me maquiar com calma para ir pro trabalho - é por isso que acordo bem cedinho. À noite, faço mais um pouco de journaling, assisto a filmes/séries (série do momento: Miss Fisher's Murder Mysteries), leio sobre plantas e magia, janto com calma e me preparo para o próximo dia. E para me ter presente nesses momentos preciso colocar o celular longe de mim.
candle spells e controle da minha vida
Amo o folclore Wicca e bruxaria e venho me dedicando a construir esse caminho espiritual, aprendendo sobre e praticando, pois witchcraft é fundamentalmente uma prática. Às vezes me sinto um pouco ansiosa quanto a tudo que quero aprender nesse vasto universo do ocultismo e me cobro por não estar estudando o suficiente, até que percebo que tenho que dar uma desacelerada e entender que temos tanto tempo - só precisamos dar um tempo. Sério, nós temos tanto tempo para realizar tantas coisas, mas infelizmente aprendemos o contrário: aprendemos que não temos tempo, que a vida é curta e que o tempo voa.


Entre altos e baixos, estou aprendendo a ser menos dura comigo mesma e baixar um pouco as expectativas quanto a tudo o que faço, e isso envolve magia, o blog e minha extensa lista de lugares a descobrir e habilidades a adquirir. Ao invés de aprender diferentes formas de spellwork, estou tentando ficar forte em apenas um tipo: candle spells (feitiços com velas). E ahhhh como estou amando! Sinto que estou recuperando um poder quer me foi tirado e que estou tomando o controle da minha vida com calma, respeito e confiança.

Venho aprendendo sobre as correspondências entre dias da semana, planetas, divindades, cores, ervas e intenções apropriadas para cada uma delas. Descobri umas youtubers maravilhosas que vêm me dando uma luz e esclarecendo várias dúvidas que eu tinha. Vou listar essas mulheres aqui embaixo, mas quero ressaltar que apesar de eu adorar o conteúdo que elas criam, eu não simpatizo com 100% do que elas dizem. Cabe a você discernir o que te serve ou não ;)
:)
Eu teria tantas outras coisas para contar, mas já foi bastante info para um post só kk. Espero que vocês gostem de posts assim, desse blogar de antigamente, dando valor às histórias do dia-a-dia que nos fazem desacelerar por alguns minutos e conhecer um pouco sobre as peculiaridades alheias. Espero que esse post tenha te passado algo de bom. Um abraço apertado.

Comentários

Form for Contact Page (Do not remove)