magia, mentalização e o ritmo natural das coisas


It's a kind of magic(k), it's a kind of magiiiiiic(k)! O que vem à sua cabeça quando você pensa em magia? Provavelmente uma sala obscura iluminada por velas, um caldeirão em borbulhas e evocações em Latim, ou mesmo uma intensa celebração em uma floresta no marco da lua cheia. Isso até pode acontecer, e sei que há pessoas que adoram fazer feitiços e celebrações de tal forma (eu mesma gostaria de experimentar), mas toda essa preparação não é um requisito, pois a magia se encontra em todos os lugares e em qualquer ar que você respire.

Eu amo ler e escrever poesia, e muitas vezes comparo a magia com poesia, que apenas existe nos olhos de quem se deixa admirar. A gentil ondulação de uma cortina causada por uma brisa pode carregar muita poesia para alguns, já para outros, é apenas mais uma cortina que não para quieta. Entende o que eu quero dizer? E a magia se desenrola da mesma forma.

Nossa cultura ocidental extremamente masculinizada e cartesiana nos privou do real significado de magia e consequentemente da cura e conforto que ela poderia nos trazer desde nossa infância. Aprendemos que magia apenas acontece em conto-de-fadas. E fadas? Elementais? Alguém nos disse que eles não existem, pois nesse mundo ilusório em que vivemos apenas existe o que se pode comprovar, ver, tocar, enjaular e lucrar. E como se aprisiona a magia? Negando conhecimento, pois magia é isso. É exatamente isso. Puro e doce (auto)conhecimento que acontece no meio da floresta, em uma sala obscura, no assento do metrô, no segredo do seu quarto, no silêncio e na escuta, nos 10min de meditação.

Magia é manipulação de energia e ela também se encontra em ações cotidianas. Você provavelmente deve fazer uso de magia e não está ciente disso. Quer um exemplo? Daydream! Sonhar acordado! Sabe quando você deita na cama à noite e fica sonhando com coisas e cenários que você almeja com todo seu coração? Cuidado! Isso tem um potencial mágico.

É claro que não é tão simples assim. Seu daydream não vai se realizar de forma instantânea da noite para o dia só porque você passou a noite inteira pensando em como você quer ser aprovado naquela oportunidade de mestrado, ou naquela viagem dos sonhos para Las Vegas. Pelo contrário, é preciso praticar, estar sintonizado com a fonte criadora (universo) e ser grato. É importantíssimo saber o que se quer, e o porquê desse querer. Além disso, a correta energia que você deposita nas suas intenções é um ingrediente fundamental - tipo fermento na mistura do bolo. Vários ajustes devem ser feitos antes, durante e depois de mentalizar esse daydream para que ele, então, se torne realidade.

Mentalização, assim como qualquer outra prática dentro desse universo mágico, é o tipo de máquina que você usa, pois te auxilia, mas que você não sabe exatamente como funciona. Por exemplo, eu não entendo de forma aprofundada como o motor de um carro funciona, mas isso não me impede de dirigi-lo e ir a lugares maravilhosos. E assim como o carro, a magia pode te conduzir aos seus sonhos - se você for um bom condutor.

Viver de forma mágica é um estilo de vida, um hábito diário, uma mudança drástica na forma como se enxerga o que se encontra à sua volta e no mundo. É como flexibilidade! Você definitivamente não vai abrir um espacate se você não se alongar todos os dias. É uma prática. É um processo. É um longo e gratificante processo.

A manifestação de intenções aparece de forma sutil, tão sutil que você talvez não se dê conta de que a magia teve um papel importantíssimo na conquista desse sonho. Grandiosas manifestações, como conseguir um emprego, abrir uma startup, são mais fáceis de serem notadas, mas e as manifestações cotidianas? A compra de um cristal novo, um e-mail que você estava aguardando, a visita surpresa de um amigo que estava fazendo falta. Às vezes não nos damos conta dessas pequenas, mas valiosas, manifestações.

E não queira milagres, viu? Magia não é milagre. Magia é algo natural, e assim como qualquer coisa que exista nesse mundo/nesse universo/nesse você é preciso dar o devido tempo ao tempo; ao ritmo natural das coisas. As plantas precisam de tempo para crescer e florescer; o Inverno precisa de tempo para se tornar Primavera; o bolo de maçã com canela precisa de tempo para ficar no ponto e dourado; a magia precisa de tempo para manifestar seu daydream. Não queira apressar a fonte criadora, pois ela não trabalha como um micro-ondas, e sim como um fogão à lenha.

Comentários

  1. Eu comecei a ler mais e estudar a wicca agora e eu amo seus posts sobre esse assunto. Confesso que sempre me interessei por isso, mas era dificil achar bons materiais para isso. Esse seu post é incrível, muito obrigado por isso

    bjssss
    Carol Justo | Justo Eu

    ResponderExcluir
  2. Como você disse, a magia está presente em todas as coisas e em todos os locais.
    Eu acredito que com toda e qualquer "novidade", é necessário que tenhamos um mínimo de conhecimento pra não acabarmos fazendo algo errado.

    Magia é algo que deve ser praticado, cuidado e estudado a cada dia, sem conhecimento a força diminui.
    Isso é com qualquer tipo de energia, porque magia nada mais é do que a sua energia em algo.
    Eu estou na Umbanda já faz exatamente 5 anos e eu sinto que mesmo estando esse tempo todo ainda não aprendi nem a metade do que é a energia e a "magia" que trabalho no religião. Não gosto de me prender em uma religião, por conta disso desde muito nova gosto de conhecer várias áreas, pra ter uma base de cada uma delas e assim aprender cada vez mais. Porém no meu "último" ano frequentando a Umbanda descobri que esse meu fascínio e encanto vem de vidas passadas e vem de um histórico familiar bruxo (parece engraçado falar essa palavra mas é algo que realmente existe). Sempre que falam em magia costumam associar à maldade, eu não acredito nisso porque magia nada mais é do que a sua energia colocada em algo, se aquilo é bom ou não, vem apenas do que você deseja.

    Amei seu post, não sei se já disse mas a cada post compartilhado por você, eu aprendo ainda mais.
    Admito que o post de hoje foi ótimo pra me fazer enxergar que eu devo voltar a me dedicar ao meu conhecimento e ao meu ser interior.

    Kisu,
    Jaque de Lua 🎔

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Form for Contact Page (Do not remove)