3 dias bem quentes em Londres


Um calorão! E eu não estava contando com isso haha. Parecia que quanto mais água eu bebia, mais calor e sede eu sentia, e isso me fez questionar todas as vezes que escutei alguém dizendo ai, prefiro viajar no Verão. Oi? Mesmo? Eu não tenho forças para viajar em dias assim, pois tudo o que quero fazer é me jogar num piso gelado e esperar as sombras dominarem as ruas para então poder caminhar em segurança - vampiros entendem o feeling.

De toda forma foi um passeio bacana. Como eu já tinha viajado para Londres em 2016 não me preocupei em ir diretamente aos landmarks principais como Big Ben e Buckingham Palace. Em vez disso, fui deixando acontecer e acabei descobrindo lugares encantadores como Candem Town (o bairro da Amy Winehouse) e Columbia Road Flower Market; caminhei pelo Rio Thames e de última hora me joguei na livraria Daunt Books, onde comprei um livro ma-ra-vi-lho-so que todas nós mulheres deveríamos ler. Vou te mostrar tudinho agora-agora!
Candem Town
Candem Town é um distrito em Londres que fora muito frequentado pela talentosíssima Amy Winehouse. Marcadas por moda, cores e punks, as ruas de Candem oferecem arte em cada canto. Ali se encontra um mercado bem famoso com diversas opções de street food e várias lojinhas alternativas - cuidado para não ficar pobre! Se você estiver planejando sua viagem para Londres me faz um favor? Dê um pulinho em Candem Town, porque vale muito a pena.




Sabe quando você relaciona croissant à França? Então, estou começando a achar que posso linkar fudge à Inglaterra - ou não! Tanto em Londres quanto em Birmingham passei por várias fudge shops com uma ampla variedade de sabores. Resolvi então experimentar dois sabores: o tradicional (se não me engano era de vanilla) e sea salt. Achei bem gostosinho e pesado, e mesmo sendo uma formiguinha não consegui comer tudo. Esse fudge me fez lembrar bastante daquelas rapadurinhas de doce de leite que eu comia na padaria dos meus pais - aquelas memórias de infância que guardamos com carinho.

Columbia Road Flower Market
Eu tenho uma paixão tão grande por flores ao ponto de eu atravessar a rua para conversar com alguma plantinha que me chamou. Acredito que as plantas conversam conosco, mas não somos ensinados a ouvi-las já que nossa sociedade extremamente masculinizada nos ensinou que isso não é algo racional - isso é papo para outro post.


Caminhar por um flower market transformooooou o meu Domingo, pois era muita cor e muita flor que eu jamais tinha visto. Caso você algum dia queira me dar flores, saiba que minha "flor" favorita é o girassol - entre aspas porque tecnicamente um girassol não é uma flor. Eu dou risada feito uma criança quando vejo um; é como se ele me contagiasse com tudo o que há de bom. O amarelo extremamente vibrante. Aquele monte de sementinhas que podem ser usadas na alimentação. A busca pelo sol quando ainda é um jovem brotinho... *suspiros*. Esses seres são muito sábios e amorosos.




Além de plantinhas e de vendedores que gritam sua propaganda com demasiado entusiasmo, há também lojinhas bem curiosas e de artesanato. Columbia Road Flower Market abre somente aos Domingos, e é um passeio bem agradável de ser feito, contanto que você não o faça nos 35°C ao meio-dia (como eu fiz).

Daunt Books
Na Segunda eu já estava exausta por causa do calor (leve a sério quando eu digo que não fui feita para dias ensolarados), então decidi explorar algum local cujo ar-condicionado estivesse funcionando - não vá pensando que "naseuropa" não existe esse tipo de problema. Como adoro uma livraria, pesquisei no Google "bookshops in London" e vi algum blog falando muito bem sobre a Daunt Books, então fui dar uma conferida.


Eu já sabia que havia algumas Daunt Books espalhadas por Londres, então optei por ir na que se encontrava mais próxima de mim. Eu achei a livraria maravilhosa, mas só depois que voltei para Birmingham descobri que havia uma Daunt Books (Marylebone) alojada em uma antiga livraria Eduardiana, construída em 1910, portanto mais pomposa.

@whatshotblog

De toda forma, a Daunt Books que fui é muito charmosinha, com suas estantes de madeira e letreiros bem tradicionais. Sabe aquele som que seus sapatos fazem quando caminham sobre um chão de madeira em uma sala silênciosa? Ahh, essa imagem aqueceu o coração, né? Essa Daunt Books passa essa exata sensação. Ah, como amo!

primeiro andar

segundo andar

é óbvio que eu já saio caçando a sessão de poesia hehe


  • Daunt Books Marylebone: 84 Marylebone High St
  • Daunt Books que eu fui: 61 Cheapside

O livro que comprei se chama Can We All Be Feminists? - Seventeen Writers on Intersectionality, Identity and Finding the Right Way Forward for Feminism - Edited by June Eric-Udorie. Como ainda não terminei a leitura, não vou ficar aqui falando sobre, mas estou adorando ler sobre a visão de escritoras que vivem em uma intersecção de preconceitos como sexismo, racismo, capacitismo, xenofobia, homofobia, gordofobia, entre tantos outros. Achei que sabia alguma coisa sobre feminismo, daí encontrei esse livro preciosíssimo e me dei conta de que meu conhecimento se encontrava na superfície - uma superfície privilegiada.
:)
Esses foram meus 03 dias quentes, beeeeem quentes em Londres. Espero que vocês tenham gostado das dicas que dei. Contudo, tenham em mente que esse não é um blog de viagens, mas o blog de uma viajante, ok? Um abraço bem apertado!

Comentários

  1. Esses guarda chuvas coloridos no teto são tão lindos, acho que já vi em várias fotos. AAAAAAAH, a minha planta favorita também é girassol ♡

    Eu estou virando a louca das plantas mesmo não tendo nenhuma, to querendo comprar várias mas infelizmente meu apê não pega nenhum sol, então vou ter que comprar as que não gostam de sol. Nossa, as plantas das fotos estão tão perfeitas, se fosse eu, teria comprado duas de cada kk.

    Fiquei encantada pelas fotos da livraria, sua descrição do som do sapato batendo no chão me fez sentir como se eu estivesse em um filme romântico juvenil. Senti o cheirinho de livros aqui no ES - Brasil.

    Curte bastante sua viagem e aguardo mais posts.

    Kisu,
    Jaque de Lua 🎔

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Form for Contact Page (Do not remove)