teach remotely: rotina de aulas + lesson plan


Hey, hey! Se você segue o conteúdo do meu blog deve saber que dou workshops de Inglês para crianças em crèches, maternelle et primaire aqui em Paris. Além disso, ensino Inglês por Skype para adultos, e é justamente sobre isso que falarei hoje. Recentemente perguntei nos stories do meu Instagram (@mandmoresco) se vocês gostariam de saber mais sobre minha rotina de aulas online + lesson plan + homework plan + plataformas que utilizo + meu sentimento quanto a essa estrutura remota. Notei que bastantes pessoas estavam interessadas nesse assunto, ainda mais neste cenário de isolamento que estamos vivendo.

Já que é bastante informação para apenas uma postagem, resolvi dividi-la em partes, e hoje começaremos conhecendo um pouco da minha rotina de aulas + como estruturo o lesson plan. Espero que você goste das dicas e absorva aquilo que fizer sentido para você. Acredito que não há 01 único padrão a ser seguido. Não há nada fixo, nem ideal, então caso você não concorde com algo que eu faço, está tudo bem! Aliás, se você quiser deixar nos comentários sua opinião, fique à vontade!

MINHA ROTINA DE AULAS 

Desde o início do confinamento meu schedule mudou completamente já que não posso ir às escolas e tampouco fazer home office, mas está tudo sob controle, tá? Estou recebendo tipo um "seguro desemprego" durante a quarentena, e isso quer dizer que tenho bem mais horas livres para me dedicar às minhas aulas remotas.

Minha rotina de aulas online consiste em estruturar o lesson plan de cada aluno de forma bem detalhada, com links, exercícios, textos e qualquer outro material que venha a ser utilizado em aula. Uma vez que concluímos a aula, eu tiro um momento no final do dia para preparar o homework referente à aula dada com todas as explicações necessárias. O lesson plan e o homework sempre ficam disponíveis no board do Trello do aluno - em outra postagem estarei falando sobre essa plataforma linda.

Além de preparar aulas e homework, também tiro um momento do dia para mandar uma mensagem para o aluno, perguntando se compreendeu as atividades do homework e se precisa de ajuda. Sério, é uma coisa muito simples de ser feita e que toma pouquíssimos minutos, mas acaba gerando uma forte conexão aluno-professor. Minhas próprias alunas já me disseram que gostam quando eu mando essas mensagens, pois (1) assim elas lembram que precisam fazer o tema e (2) percebem que me importo com elas fora do horário de aula.

COMO ESTRUTURO O LESSON PLAN 

Já comentei aqui no blog que sou professora TEFL (Teaching English as a Foreign Language) certificada, e esse programa me forneceu um turbilhão de informações interessantes e aprendizados, mas é aquilo que eu falei anteriormente: não há nada fixo! Durante todos aqueles meses de estudo eu fui filtrando o que fazia sentido para mim, bem como o que eu gostaria de incorporar nas minhas próprias aulas. E veja bem, não há nada fixo, não é? Então eu mudo o meu próprio lesson plan de tempos em tempos para dar uma chacoalhada e trabalhar no que pode ser melhorado.

Atualmente, meu lesson plan (para aulas por Skype) compreende vocabulary, reading, grammar and speaking. Eu não trabalho com listening and aula online pois não acho conveniente, então deixo essa competência para o homework. Eis o script das minhas aulas (1h):

1. ICEBREAKER

Uma atividade leve e divertida que relaxe o aluno e ative seu English mode, pois às vezes precisamos de um tempinho para fechar a gavetinha do Português e abrir a do Inglês - eu tenho esse mesmo problema quando troco de Inglês para Francês.

Nesse momento eu não viso ensinar gramática, pois, como eu disse anteriormente, é um momento leve e divertido. Digitando a palavra "icebreakers" no Google você encontrará diversas atividades diferentes como 02 truths and a lie (amo!) e would you rather.

2. QUICK REVIEW

Faço umas perguntinhas focadas no ponto gramatical da aula anterior. Essas perguntas são simples e rápidas, com o intuito de revisar brevemente o conteúdo passado. Digamos que esse tal ponto gramatical tenha sido o tempo verbal Simple Past, então farei perguntas do tipo:

  • What did you eat yesterday?
  • What time did you go to bed?
  • Did you learn anything interesting?
  • Tell me 03 things you did yesterday morning.
  • Tell me 03 things you didn't do last night.

3. HOMEWORK CORRECTION

Reservo esse momento para corrigir o homework e tirar alguma dúvida. Corrigir o homework também é uma boa forma de revisar o conteúdo anterior. Tento não me prolongar muito, e se noto que está tomando mais tempo do que deveria, eu peço ao aluno que me mande uma foto do caderno, e que continuemos pelo WhatsApp após a aula (sim, meu alunos têm meu WhatsApp, e estou sempre disponível para tirar dúvidas).

4. VOCABULARY

Desenvolvo vocabulary, reading and grammar ao mesmo tempo enquanto preparando minha aula. É muito importante ter em mente o quão desconfortável é para um aluno ler um texto com inúmeras palavras desconhecidas, então antes de sair "tacando" um texto novo na cara dos alunos, eu os preparo com uma lista de palavras que suponho que eles desconheçam.

Uma vez que selecionei o texto que será trabalhado, faço uma lista com esse novo vocabulário e passo o significado e pronúncia de cada uma delas. Aliás, outra coisa que pode deixar um aluno desconfortável e inseguro é ler em voz alta um texto com várias palavras cuja pronúncia ele desconhece, ou seja, prepare o aluno e faça com que ele se sinta confortável before anything else. Muitas vezes não imaginamos os traumas com o aprendizado de Inglês que alunos carregam, e não queremos traumatizá-los ainda mais, não é?

5. READING

O texto que trago para a aula está sempre conectado com o ponto gramatical a ser trabalhado, ou seja, se trabalharemos com used to, eu selecionarei um textinho curto que contenha esse padrão. A leitura é feita 02 vezes: primeiramente em silêncio e depois em voz alta. Por quê? Bem, simplesmente porque é muita sacanagem pedir para um aluno ler em voz alta um texto novo e pedir que ele se concentre na pronúncia + intonação + compreensão ao mesmo tempo. Não é assim que funciona, ok? haha

Deixe que o aluno leia o texto em silêncio e que se preocupe com a compreensão em um primeiro momento. Assim que ele terminar, pergunte se ele conseguiu compreender o texto e se há alguma palavra ou expressão que ele desconhecia. Obviamente não haverá muitas palavras desconhecidas, pois já o preparamos com uma lista de vocabulário anteriormente, lembra?

Depois disso, peço ao aluno que leia em voz alta e que dê atenção à pronúncia e intonação. Às vezes intercalamos parágrafos e eu também leio em voz alta, o que ajuda a diminuir a ansiedade do aluno. Volto a reforçar: você nunca sabe dos traumas que um aluno pode carregar, então seja empático.

6. GRAMMAR EXPLANATION

Como você já deve imaginar, aqui eu explico o ponto gramatical objetivado, mostrando estruturas e trazendo exemplos. Peço que o aluno crie uns exemplos só para garantir que ele sacou o conteúdo.

7. GRAMMAR EXERCISES

Hora de fixar esse grammar, então trago exercícios de fixação variados que encontro na internet (em outra postagem estarei compartilhando esses sites). Por mais que eu dê uma variada, normalmente opto por exercícios de preencher lacunas, pois são bem objetivos.

8. CONVERSATION

Esse é o momento de colocar em prática oralmente tudo o que foi visto, e há tantas atividades bacanas que podem ser trabalhadas aqui, então não se prenda ao Questions and Answers de sempre. Um exemplo bem simples que posso citar agora é o Because Game (acho que eu inventei esse nome hehe), que funciona assim: eu começo criando uma sentence, e o aluno tem que adicionar uma outra sentence, linkando-as com a conjunção because. Saca só o exemplo:

Teacher: As a child, I used to spend Christmas at my grandma's...
Aluno: because it was my family's gathering point.

Aluno: My ex-girlfriend and I used to argue a lot...
Teacher: because we were incompatible.

9. ACCOUNTABILITY AND FEEDBACK

Parece irrelevante, mas não é! Aqui contabilizamos tudo o que aprendemos na aula e ao longo da semana, assim o aluno tem ciência de que está working hard e consistentemente. Mostro ao aluno suas pequenas evoluções aula após aula, já que ele provavelmente não percebe seus pequenos progressos. Destaco pontos específicos como:

  • Você vem fazendo correto uso do verbo auxiliar.
  • Você vem pronunciando o final das palavras de forma mais sutil.
  • Fiquei contente de ver que você não está mais confundindo as prepositions of time "in" e "on".

Da mesma forma que você sinaliza os progressos, é importante comentar sobre pontos a melhorar e dicas como:

  • Você ainda confunde os possessive adjectives, então tente fazer uma pausa e repensar qual deles deve ser usado antes de dizer o primeiro que vem à cabeça.

É sempre válido perguntar ao aluno como ele vem se sentindo no seu processo de aprendizado. Pergunte dos progressos que ele consegue notar; dos pontos que ele precisa melhorar; de hábitos de aprendizagem que ele conseguiu introduzir em sua rotina como músicas, Netflix, podcasts.
☁️ ☁️ ☁️
Espero que esse conteúdo tenha sido informativo, e que você absorva tudo o que fizer sentido para você! Como disse anteriormente, não há 01 plano padrão, perfeito e ideal, então sinta-se à vontade para discordar em alguns pontos e deixar sua opinião aqui nos comentários. Nas próximas postagens estarei compartilhando meu homework plan + plataformas que utilizo + meu sentimento quanto a essa estrutura remota. Hope y'all have a marvelous class!

Continuação do post - Teach Remotely: homework plan + plataformas + meu sentimento.

Comentários

  1. amei esse post e amei a forma como demonstra empatia por seus alunos, certamente isso cria mais confiança entre vocês e melhora demais o aprendizado, que coisa linda! queria ter tido uma prof de inglês assim, hahaha. inglês ainda é um dos meus pontos fracos e nessa quarentena tenho tentado estudar um pouquinho todo os dias pra pegar o hábito, adoraria ver dicas de estudo (mesmo básicas) nesse sentido, seriam muito bem vindas ♡ beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo bem? É incrível como encontro alunos com traumas de aprendizado... tipo, num nível de quase passar mal na hora que eu peço para ler em voz alta um textinho curto. Então tem que ter muito cuidado mesmo! E quanto às dicas de estudo, vai ser um prazer escrever sobre! Pode deixar que vou preparar umas postagens com dicas, sites e um "plano de estudo", porque o maior ponto de interrogação de quem está começando é "por onde começar?" hahaha. Um beijo, linda!

      Excluir

Postar um comentário

Form for Contact Page (Do not remove)