o grande poder transformador

Estou em lua minguante (fase pré-menstrual), o que implica introspecção, corpinho inchado e pesado, cansaço e um pouco de preguiça, além de potencialização do meu estresse, drama e, consequentemente, da arte que habita em mim. No dia em que desenhei esse peixinho, estava me sentindo um tanto quanto estressada, e notei que estava perdendo tempo, energia e minha preciosa paz de espírito com coisas que não estavam agregando, foi então que resolvi transformar esse sentimento e me concentrar em algo que me anima: arte ♡

A arte é o grande poder transformador. Adaptei essa oração da música desde que o samba é samba, de Caetano Veloso e Gilberto Gil, que cantam "o samba é o grande poder transformador". De fato, o samba, assim como qualquer outra forma artística, tem o poder de refinar angústia, medo, tristeza, raiva em produto que dá prazer e que cura a alma.

a tristeza é senhora
desde que o samba é samba é assim
a lágrima clara sobre a pele escura
a noite, a chuva que cai lá fora
solidão apavora
tudo demorando em ser tão ruim
mas alguma coisa acontece no quando agora em mim
cantando eu mando a tristeza embora

o samba ainda vai nascer
o samba ainda não chegou
o samba não vai morrer
veja o dia ainda não raiou
o samba é pai do prazer
o samba é filho da dor
o grande poder transformador

Comentários

  1. Oi.
    É verdade como a arte ,pode ser em uma música ,expressando em desenho, ne escrita pode ser libertador .

    Amei a reflexão

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Form for Contact Page (Do not remove)